Home > as cats > ELIANE

Em 2015 em março.

Nunca me agarrei a datas, sempre vivi minha vida toda intensamente. O câncer não poderia tirar de mim alegria de viver.
Poderia ter sido um dia fatídico, mas não foi … Descobri o câncer de ovário através de uns exames de rotina.
Quase nunca ficava doente, tinha histórico familiar de câncer mas rotina de vida agitada: trabalho , faculdade , filhos e esposo , você nunca acha que vai acontecer com você .
Então, quando damos margem à doença não podemos culpar Deus, inventar que o médico demorou a diagnosticar, que somos azarados. Quando se paga pelo risco temos que encarar as consequências de nossos atos para conosco, assim, parti para luta e até agora tenho vencido. Eu tinha uma única chance, e agarrei-me a ela com todas as minhas forças, com a força de todas as pessoas que me amam de verdade e das que me têm como amiga. Venci. Estou viva e se for preciso lutarei de novo contra esse mesmo mal ou outro qualquer que queira tirar-me, o que Deus deu-me de mais precioso, a Vida.
Logo nas primeiras quimioterapias caiu todo meu cabelo, para mim foi quando começou cair a ficha que estava doente. Mas tinha apoio que toda mulher precisa, apoio de quem nos ama, no caso meu marido nunca se afastou de mim, muito pelo contrario, ele sofreu muito mais do que eu .

IMG-20170509-WA0000
Amo viver. Amo ver o sorriso dos meus filhos, Valentina , Murillo e Higor, e a força do meu esposo, o carinho de toda a minha família e amigos . Hoje, dois anos depois, continuo na luta. Sinto-me renovada e quase melhor do que antes. O “quase” é por que não estou completamente curada , mas não estou sozinha neste diagnostico infelizmente , número de pessoas diagnosticadas com câncer no mundo somou mais de 14 milhões no ano passado, informou a Organização Mundial de Saúde (OMS).
Lições? Sim, aprendi algumas e não as esquecerei nunca mais. Acho que acabei ensinando algumas também, principalmente àquelas pessoas descrentes, que sempre associam câncer com morte. Câncer não é morte. Na maioria das vezes é vida e vida plena, como a que estou vivendo agora.
Neste relato fiz resumo de quando descobri o diagnóstico e no mesmo momento descobri você. Peguei diagnóstico, comecei pesquisar. Descobri sua foto no Google imagens, aí pesquisei seu nome e achei Quimioterapia e Beleza. Aí falei: que moça linda, quero ser igual ela.

IMG-20170509-WA0001

Comentários

comentário

Deixe um comentário