Home > Comportamento > NOVELINHA QEB | Capítulo 4

Aqueles minutos na sala de espera pareciam uma eternidade.
Capítulo 4
O médico me chamou no consultório. Lá estavam ele, o cirurgião plástico, um mastologista e uma enfermeira, todos muito sem jeito.
Ele começou o blá blá blá: “Você já passou por várias coisas na vida e você vai ter que ser forte mais uma vez. Vamos marcar uma cirurgia, vamos retirar uma mama e você vai começar o tratamento. Depois de tudo, colocamos uma prótese linda em você!”
Eu não sabia ainda o que eu tinha, ele ainda não tinha me falado, o que eu tenho? Eu perguntei se a prótese tinha sido rejeitada, ele disse que não.
Eu perguntei que tratamento eu teria que fazer, ele disse “quimioterapia e radioterapia”, eu disse que não, que era um engano, esse era tratamento para quem tinha câncer.  Ai eu perguntei:
– Mas eu não tenho câncer, né? Ele afirmou com a cabeça.
Caramba, essa foi a hora. Eu recebia o diagnóstico, enquanto eles falavam, falavam, falavam, eu caia num buraco fundo…
Não sentia meus pés e quando eu notei estava sendo tirada pelos braços de baixo da mesa do médico e me sentaram na cadeira. Nisso meu pai ligou, eu não atendi, minha mãe estava num cantinho do consultório quieta e chocada. Aquele consultório estava uma confusão, como eu chorei…
Acho que aqueles médicos tinham um pouco de pressa, já passava das 20 horas, então eles me deixaram sozinha com o mastologista. Tudo o que ele falou para mim eu simplesmente esqueci, não lembro de muita coisa. Mas sai com uma cirurgia marcada e com o orçamento dela: uma conta cheia de zeros para pagar.
O pior que eu ainda não tinha assumido esse novo emprego, então eu me vi desempregada ainda por cima…

Comentários

comentário

Deixe um comentário