Home > Bem Estar > Nutrição e Oncologia: Alimentação Saudável

Nutrição e Oncologia: Alimentação Saudável

A alimentação adequada é essencial para manter o bom equilíbrio do organismo e um estilo de vida mais saudável. É muito importante estarmos atentos aos alimentos que ingerimos, pois, segundo o artigo sobre Alimentação Saudável do Instituto Nacional de Câncer (INCA), muitos deles podem estar relacionados ao risco do surgimento do câncer, assim como os de intestino, mama, próstata, estômago e esôfago. Por isso, deve-se evitar, por exemplo, comidas que contenham uma quantidade de gordura excessiva, como salgados, frituras, carnes com gordura aparente, além de embutidos, como linguiças, presuntos, mortadelas, salames, salsichas, etc, pois geralmente contém um alto teor de sódio e de gordura saturada e enlatados, já que os produtos químicos sintéticos usados para embalar, armazenar e processar esses alimentos produzem um composto tóxico que prejudica a saúde. Se consumidos por muito tempo e em grandes quantidades, podem ser muito perigosos para as células saudáveis, transformando-as em células cancerígenas. 😱🍔🤒🍟🤫🍕👎🌭

Pacientes com câncer, principalmente, devem se alimentar de forma correta, pois os efeitos colaterais dos medicamentos utilizados no tratamento oncológico podem incluir a perda do apetite, ocasionando uma perda significativa de peso, algo que se torna uma interferência negativa em seu prognóstico, além de evitar a degeneração dos tecidos do corpo e auxiliar na reconstrução daqueles que a quimioterapia possa ter prejudicado. Devido a isso, a alimentação saudável e equilibrada possui uma importância ainda maior na vida dessas pessoas, pois quando não se ingere a quantidade suficiente de nutrientes, o corpo aproveita os que já estão armazenados para servirem de fonte de energia, enfraquecendo as defesas naturais. A rotina alimentar deve conter todos os nutrientes necessários para a saúde, em especial os três grupo de maior relevância: reguladores, construtores e os energéticos, pois serão de grande ajuda para que o paciente não perca a energia durante o período de tratamento. As refeições diárias ideais, não só para pacientes oncológicos, se constituem por 50% de nutrientes reguladores (vitaminas, minerais e fibras), que podem ser encontrados em vegetais crus e cozidos, frutas, verduras e legumes em geral. A outra metade é composta pelos 25% de nutrientes construtores (proteínas), presentes em carnes de boi, peixe e frango, ovos, leite e derivados, e os 25% de nutrientes energéticos (carboidratos e gorduras), existentes nos cereais, tubérculos e raízes, pães, massas, farinhas e óleos vegetais. 🍇🍈🍉🥕🍅🥦🍞🥛🥗🧀🍗🥩

De acordo com o A.C. Camargo Cancer Center, os antioxidantes também são imprescindíveis, pois fornecem substâncias ao organismo que têm a função de combater os radicais livres que atacam as células. Eles estão presentes em alimentos que contenham Vitamina A, como os alaranjados, amarelos e vermelhos; Vitamina C, como as frutas cítricas; Vitamina E, como óleos vegetais, grãos e nozes e minerais como o Zinco, encontrado em castanhas e Selênio, presente nas carnes, leite, nozes e castanhas. Além disso, as fibras também merecem uma atenção especial, pois ajudam principalmente na prevenção de câncer colorretal, já que são essenciais para a eliminação das fezes, e consequentemente de substâncias promotoras do câncer. Beber bastante água (seis a oito copos por dia) também auxilia nesse processo.💧🍊🍋🍎🍑🍒🍓🌰

Assim, optar por alimentos naturais e integrais e de origem vegetal, dosar corretamente as quantidades de carboidratos, proteínas e vegetais, além de praticar os exercícios físicos indicados para cada caso por um médico, é muito importante paral manter um estilo de vida mais saudável, aumentando a longevidade. A alimentação saudável beneficia a todos, mas principalmente os pacientes diagnosticados com câncer, pois são os que mais precisam de força, energia e cuidados com a a saúde nessa fase pela qual estão passando. 💪❤🙏

 

Comentários

comentário

Deixe um comentário