Home > as cats > RÍLVIA SANTIAGO

Eu sou a Rílvia, tenho 36 anos, sou professora universitária, casada e ainda não tenho filhos. Contei um pouco da minha estória aqui há um ano atrás, mas senti vontade de contar como estou hoje. Quando soube do meu diagnóstico, eu não conhecia ninguém jovem que tivesse tido câncer de mama e por acaso vi essa página da Flávia Flores. Vê-la careca e sorrindo foi renovador pra mim. Me inspirei nela e decidi criar uma página no facebook também para alertar mulheres jovens a se cuidarem desde cedo: Câncer de Mama não Tem Idade!!

Achei difícil acreditar que estava com câncer de mama aos 33 anos. Achei muito injusto isso acontecer comigo e me perguntei: “Porque eu? Porque comigo?” Mas, após passar o choque inicial, vi que eu não poderia passar por isso tudo sem fazer nada pelas outras pessoas. Então, durante meu tratamento conheci muitas meninas que assim como eu, tiveram câncer de mama muito jovens e estavam cheias de dúvidas sobre tudo: tratamento, feminilidade, fertilidade, sexualidade, volta ao trabalho… temas que não eram muito falados em outros grupos. Então convidei algumas meninas para montarmos um grupo para mulheres JOVENS que estavam passando por isso: Grupo Pérolas Rosas ????. Foi maravilho!! Éramos 5 meninas ano passado e hoje somos mais de 80 meninas. 

Dividimos alegrias, angústias, medos, novidades, dicas… No outubro rosa ???? participamos de muitas ações aqui em Fortaleza. Me sinto imensamente grata de poder ajudar outras meninas. Me exponho contando minha estória na tentativa de salvar pelo menos uma vida. Sabemos que quanto antes descobrirmos melhor é o tratamento e maiores as chances de cura. Então quando uma menina se dá conta que pode sim acontecer com ela, é provável que ela se toque, conheça seu corpo e perceba se algo errado aparecer. 

Ainda estou em tratamento, fiz quimioterapia em 2014, radioterapia, operei a mama e tirei os linfonodos. Hoje eu já voltei a trabalhar, meu cabelo cresceu, meus valores mudaram, ainda não perdi o peso que adquiri durante as quimios, estou na hormônioterapia tomando tamoxifeno e zoladex e esperando ansiosamente para poder ter filho. ???????? 

Com certeza, o que me ajudou a passar por esse tratamento que é tão longo e muitas vezes desgastantes foi ter levado tudo com muito otimismo, bom humor e fé em Deus e, também, ter tido o apoio da minha família, amigos e em especial meu marido, Andrei Levine.????

#outubrorosa #cancerdemamanaotemidade #perolasrosas

Comentários

comentário

Deixe um comentário